Retomadas das obras da ETE

A Estação de Tratamento de Esgoto do município de
Moema, foi construída com recursos federais, sem qualquer influência
parlamentar.
Falta pouco para que a ETE se torne realidade. E
grande parte da população moemense, juntamente com
a atual administração, está ansiosa para ver essa obra
inaugurada e funcionando.
Entretanto, é preciso esclarecer que houve uma falha
na elaboração do projeto.
O projeto técnico da obra previu que ela teria quatro
estações de bombeamento do esgoto coletado. Porém,
este projeto não previu as despesas inerentes à colocação
dos pontos de energia nestas estações.
E quando se constatou esse fato, a administração
anterior viabilizou com a FUNASA o projeto complementar
inerente ao problema da energia.
No entanto, como o recurso para a mão-de-obra não
previa as despesas com energia, houve uma reprogramação
financeira e a metade do valor do projeto, ou seja, R$
40 mil foi alocado do recurso inicialmente previsto para a
obra.
Dessa forma, quando a administração anterior entregou
a prefeitura, transferiu também a responsabilidade
para que a administração atual arcasse com os outros R$
40 mil. E além do mais, não bastasse a disponibilidade
desse rescurso, a administração atual teve que recorrer à
CEMIG para a aprovação e autorização para executar o
projeto técnico de bombeamento do esgoto. Hoje, isso já
se encontra resolvido e em breve a ETE estará funcionando,
se todas as etapas anteriores tiverem sido cumpridas
dentro dos requisistos técnicos e com a aplicação
correta dos materiais exigidos pelo projeto.




TAG's: Retomadas, obras

Inicial | Voltar
Link permanente: